• Lugar
  • Adega

A adega como um património vivo que queremos preservar.

Com uma história superior a 250 anos, a Quinta exibe um conjunto de edifícios tradicionais de cor branca, até hoje erguidos em diferentes patamares, de onde podemos apreciar o edifício original da adega, datado de 1764, um dos mais antigos na região.

A par da arquitetura tradicional e dos edifícios que fazem parte da história deste lugar desde a primeira demarcação do Douro, assume-se desde cedo a importância económica dos “vinhos de feitoria”.

A zona de receção das uvas permite um elevado rigor no processo de vinificação, separando todos os cachos por dimensão e retirando o engaço e a grainha necessários. A precisão de vinificação e a diversidade das 41 parcelas de vinha existentes na Quinta forçaram a aliança entre os processos tradicionais e a uma sofisticada tecnologia, com a adição de dois lagares completamente automatizados, onde cada vindima é guiada pelo homem e não o contrário.

O "Atelier do Vinho”, edificado nos antigos lagares de granito, integra uma pequena adega manual para tratar os vinhos de eleição como obras de estudo, prestando uma meticulosa atenção e cuidado na produção dos vinhos icónicos.

Um túnel interior com uma garrafeira histórica, onde apenas alguns vinhos são armazenados, liga a área subterrânea da cave de barricas ao enoturismo - Patamar Kitchen - um espaço muito acolhedor e com uma excelente panorâmica sobre o vale e o rio Douro.

Atenção, o seu browser está desactualizado.
Para ter uma boa experiência de navegação recomendamos que utilize uma versão actualizada do Chrome, Firefox, Safari, Opera ou Internet Explorer.